British Airways

A British Airways realizou um estudo global sobre viagens independentes para entender o perfil de quem faz esse tipo de viagem, o motivo desta tendência em todo o mundo e para descobrir as rotas mais procuradas para quem quer ficar na própria companhia por alguns dias.

O estudo feito com mulheres no Reino Unido, Estados Unidos, França, Índia, Alemanha, Itália, Brasil e China aponta que mais de 50% das brasileiras já viajaram sozinhas, mais de 56% delas pretendem fazer uma viagem sem acompanhantes no prazo de 1 a 6 meses, e 65% viajou sozinha pela primeira vez entre 18 e 25 anos. Segundo o estudo, as mais aventureiras do mundo são as italianas: 63% das mulheres quem vivem no país da bota, entre 18 e 65 anos, já exploraram outro país. As alemãs aparecem em segundo lugar, com 60%. As menos inclinadas a se aventurar no exterior são as americanas, com apenas 16%. No entanto, isso parece mudar. Atualmente, 62% das mulheres que vivem nos Estados Unidos estão planejando uma viagem sozinha nos próximos anos.

O tempo médio das experiências individuais das mulheres é de 1 semana e, globalmente, mais de 50% delas escolheram uma viagem rápida ao exterior. No entanto, mais de 30,5 milhões de mulheres nos mercados pesquisados fizeram viagens longas de mais de 6 meses, equipadas com nada além de uma mochila e uma mente aberta.

As viajantes alemãs são as que mais fazem viagens sozinhas, com um em cada cinco tendo feito uma viagem individual mais de dez vezes. Entre as brasileiras, 46% declarou ter viajado sozinha de 2 a 5, mas apenas 2% delas disseram ter viajado mais de 10 vezes sem acompanhantes. A nação mais disposta a realizar viagens de longa distância é a China, com quase 50% voando mais de 11 horas para sua última experiência internacional. Esta porcentagem cai para 14% entre as brasileiras que levaram mais de 11 horas para chegar ao destino, em uma jornada individual.

 

Este estudo também revela as razões pelas quais a tendência de viajar sozinha tem ganhado força. Mais de 60% das brasileiras que participaram da pesquisa afirmam preferir viajar sozinhas pela independência e liberdade para organizar o próprio roteiro, seguida pela possibilidade de conhecer novas pessoas e ter experiências únicas, com 50%.

Outras informações interessantes que o estudo revela:

  • Mulheres brasileiras que viajam sozinhas para superar o fim de um relacionamento são 7%. Homens que o fazem pelo mesmo motivo são 10%.
  • Homens e mulheres britânicos fizeram a primeira viagem sozinhos com mais de 50 anos, número maior que em qualquer outro país.
  • Os EUA têm o menor número de mulheres que viajam sozinhas, com apenas 17%, em comparação com 46% dos homens.
  • Na China, mais mulheres do que homens fizeram uma viagem individual ao exterior mais de 10 vezes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s